O que é conforto térmico?

Uma das teclas que mais batemos por aqui é com relação ao conforto térmico e a sua importância em qualquer projeto. Na maioria das vezes, muitas empresas não conseguem partir do zero e construir o local onde vai instalar seu negócio, mas mesmo nestas situações, é possível reverter a situação e transformar seu ambiente de trabalho em um lugar mais sustentável e eficiente.

De acordo com a American Society of Heating, Refrigeration and Air Conditioning Engineers, “conforto térmico é o estado da mente que expressa satisfação do homem com o ambiente térmico que o circunda”,ou seja, o termo tem muito a ver com as pessoas e de que forma esse ambiente possibilita que ela se sinta confortável em passar quantas horas for nele. Esses são fatores que variam de indivíduo para indivíduo, mas nem por ser algo variável pode ser ignorado pelas empresas.

Conforto termico x Neutralidade Térmica

Por mais que pareçam a mesma coisa, conforto térmico é diferente de neutralidade térmica. Por quê? Em termos gerais, a neutralidade térmica se configura como um estado físico no qual todo o calor gerado pelo organismo através do metabolismo é trocado na mesma proporção com o ambiente ao redor. Aqui não há nem acúmulo, nem perda excessiva do mesmo, sendo possível manter a temperatura corporal constante.

Mesmo sendo uma condição necessária, ela não é suficiente para se afirmar que uma pessoa esteja em conforto térmico. Frio e calor, seco ou abafado são questões que variam de pessoa para pessoa e isso não significa que as trocas entre o calor gerado pela pessoa e o ambiente evitam que, em algum momento, ela não esteja insatisfeita termicamente.

Segundo os pesquisadores, a insatisfação com o ambiente térmico pode ser causada por alguns fatores. “Ela pode ser causada pela sensação de frio ou calor quando o balanço térmico não é estável, ou seja, quando há diferenças entre o calor produzido pelo corpo e o calor perdido para o ambiente”, explicam.

Por que o conforto térmico é importante?

Avaliar o nível de conforto térmico que uma obra pretende ter é importante tanto na questão de custos quanto na qualidade de trabalho que os colaboradores vão ter durante o expediente. Sendo assim, pode-se dividir sua importância em três pontos:

  1. A satisfação dos colaboradores permitindo que eles se sintam termicamente confortáveis;
  2. A performance humana melhora: as atividades intelectuais, manuais e perceptivas geralmente apresentam um melhor rendimento quando realizadas em conforto térmico;
  3. A conservação de energia: ao conhecer as condições e os parâmetros relativos ao conforto térmico dos ocupantes do ambiente, evitam-se desperdícios com aquecimento e refrigeração, muitas vezes desnecessários.

Para fazer essa avaliação de forma precisa, é importante contar com empresas especializadas. A Engepoli trabalha com projetos voltados à sustentabilidade do seu negócio, propondo melhorias e soluções para manter sua empresa com o conforto térmico ideal para as atividades desenvolvidas ali. Entre em contato
para saber mais e deixe sua dúvida nos comentários!