Benefícios do retrofit em tempos de incerteza econômica

Com a sustentabilidade se tornando um tema cada vez mais importante para empresas, investidores e clientes, o retrofit tem sido uma alternativa à qual os empreendedores se voltam para atualizar suas edificações, buscando reduzir impactos socioambientais e alcançar o equilíbrio econômico.

Sendo que retrofit é a revitalização, customização, adaptação e melhoria de edificações, garantindo beleza, conforto e possibilidades eficientes de uso, por meio de sistemas atualizados.

Assim, o retrofit é uma solução para indústrias que estejam com suas instalações antigas e/ou não possuem condições adequadas de conforto térmico, iluminação e ventilação, conferindo modernização e/ou readequação ao ambiente. 

Essa atualização também permite que as edificações se tornem mais sustentáveis, trazendo impacto positivo para o meio-ambiente, reduzindo custos para as empresas e ainda permitindo uma possível certificação LEED.

Retrofit x reforma

Na reforma, o objetivo é fazer uma restauração que mantenha as características originais, sem trazer melhorias funcionais à estrutura.

Por outro lado, no retrofit, você está adicionando algo novo ao edifício ou estrutura original, buscando melhorar especificamente a funcionalidade da edificação, incluindo novas tecnologias, sistemas de construção ou equipamentos. 

Dessa forma, o retrofit é mais focado na funcionalidade, do que na aparência e puramente na estética.

Um dos projetos de retrofit mais comuns para edifícios comerciais hoje é o de telhados de edificações comerciais e industriais — que, além de garantir a modernização, também melhora a expectativa de vida das estruturas do telhado e reduz custos com manutenção.

Impacto positivo no ambiente

Uma preocupação crescente entre as empresas, a sustentabilidade, também está a favor da realização do retrofit.

Afinal, ao optar por ele, em vez de realizar uma construção do zero, é possível implementar soluções que garantem a preservação de recursos — como a água e energia elétrica — além de promover a eficiência energética.

Em linhas gerais, a eficiência energética é o uso racional dos recursos energéticos. Sua importância é crescente, já que o mundo está se tornando mais populoso, o que exige uma mudança no uso dos recursos energéticos. 

Além disso, conforme as cidades crescem (e quanto mais energia as pessoas usam), as emissões de gases do efeito estufa se tornam mais prejudiciais — não apenas para o meio ambiente, mas também para a ecologia do planeta como um todo. 

Isso também tem um impacto gigantesco sobre o clima econômico, afetando quase todas as indústrias, em todos os países ao redor do planeta.

Por isso, a escala dos investimentos mundiais em eficiência e economia de energia hoje é significativa. 

Isto é, tornar-se uma empresa com um programa de eficiência energética sólido e eficaz não é apenas um plano da moda, mas uma necessidade.

Nesse sentido, o retrofit de edificações para eficiência energética é um passo valioso na luta contra o aquecimento global. 

Segundo dados da Drawdown, o mundo tem “5.2 trilhão de quilômetros quadrados de edificações, 99% dos quais não são sustentáveis”.

Além disso, um relatório do Preservation Green Lab, do National Trust, descobriu que revitalizar um prédio antigo é, de fato, mais sustentável do que construir estruturas de alta tecnologia do zero. 

Afinal, enquanto as novas construções normalmente levam entre 10 e 80 anos para compensar os impactos ambientais do processo de construção inicial, os retrofits proporcionam enormes benefícios ambientais imediatamente.

Assim, ao optar pelo retrofit, sua empresa desfruta da eficiência energética, que promove:

 

O que, consequentemente, leva a ainda mais vantagens para as empresas, já que, com essa postura sustentável, as marcas passam uma imagem mais positiva aos seus mercados.

Com isso, mais investidores — e mais clientes — se interessam pela empresa.

O retrofit também promove a valorização do imóvel em até 30% — visto que agrega tecnologia, automação, redução no consumo energético e na manutenção geral.

Reduções de custos

Além de promover a renovação tecnológica e garantir o controle do consumo e manutenção, o retrofit industrial traz diversas outras vantagens para as edificações.

Uma delas, como vimos, é o aumento da eficiência energética — que é proporcionado por meio da utilização de sistemas para ventilação e iluminação natural.

O que reduz custos com energia elétrica, que seria empregada para gerar iluminação e ventilação artificial.

Para se ter uma ideia, os sistemas de resfriamento e iluminação dos edifícios corporativos brasileiros respondem por 70% do total da energia consumida

Porém, com boas soluções, o retrofit pode alcançar uma economia operacional superior a 30%.

No contexto do agravamento de doenças causadas por sistemas antiquados de ventilação e iluminação, o retrofit também traz benefícios, reduzindo encargos com acidentes de trabalho e substituições de funcionários afastados devido a doenças respiratórias.

Também garante que as empresas estejam alinhadas às determinações da Norma Regulamentadora número 17 (NR17), evitando gastos com multas e indenizações.

Sem falar que, ao fazer o retrofit, as empresas conseguem receber a certificação de obra sustentável (LEED).

Certificações

A certificação LEED (sigla para Leadership in Energy and Environmental Design), é uma ferramenta de certificação concedida pela organização americana U.S. Green Building Council (USGBC).

Considerada a mais reconhecida certificação do mundo — quando se trata da avaliação de construções sustentáveis — a LEED busca incentivar e acelerar a adoção de práticas de construção sustentável.

Além disso, a certificação padroniza as construções sustentáveis, para que sigam os mesmos parâmetros, independentemente de qual lugar do mundo estejam localizadas.

Com isso, uma construção sustentável no Brasil, por exemplo, atende aos mesmos requisitos que uma construção nos Estados Unidos.

O LEED está presente em mais de 160 países e é a ferramenta mais utilizada para a classificação de Green Buildings (edificações verdes)

A entidade que coordena a certificação no Brasil é a Green Building Council Brasil (GBC Brasil), que se encarrega do recebimento das inscrições e da auditoria do projeto para certificar o cumprimento dos pré-requisitos.

A eficiência energética, o uso responsável de recursos naturais, a redução na emissão de gás carbônico (CO2) e a geração reduzida de resíduos são apenas alguns dos critérios avaliados por esta certificação. 

Sendo que, um bom projeto de retrofit — realizado em parceria com uma empresa com tradição e experiência na realização deste tipo de empreendimento — ajuda as organizações a obterem a LEED, justamente por promover todos os elementos citados acima.

Alguns dos benefícios que as empresas podem desfrutar ao receber esta certificação:

  • Menores custos operacionais
  • Riscos reduzidos de passivos judiciais
  • Menos risco de problemas ambientais
  • Maior eficiência energética
  • Marcas e edificações com maior valor agregado
  • Mais credibilidade perante o mercado.

 

Os projetos aprovados na auditoria recebem certificados que podem variar conforme a pontuação alcançada — podendo chegar até 110 pontos.

São 4 níveis ao todo, que vai do mais básico ao nível mais alto de excelência:

  1. Certified (40-49 pontos)
  2. Silver (50-59 pontos)
  3. Gold (60-79 pontos)
  4. Platinum (>80 pontos).

 

Especializada em sistemas sustentáveis de ventilação e iluminação natural, a Engepoli já ajudou clientes a conquistarem a Certificação LEED através de projetos de retrofit.

Produtos

A Engepoli Sistemas Sustentáveis oferece soluções completas para resolver as dificuldades da cobertura do seu galpão — e agregar novos benefícios através do retrofit

Assim, você investe em um projeto que agrega valor ao seu negócio e ao patrimônio da sua empresa.

O Sistema Retrofit da Engepoli contempla a instalação do sistema de Ventilação Natural Exhaust

A solução, 100% natural, realiza a ventilação higiênica do espaço interno, eliminando do ar todas as impurezas, bactérias e sujidades. 

Além disso, retira o ar quente, mantendo somente o ar puro em uma temperatura agradável. Isso tudo sem gastar energia elétrica e sem custos de manutenções futuras. 

O sistema de ventilação natural Exhaust pode ser dimensionado e utilizado tanto para médias e grandes coberturas, quanto para áreas de produção — como grandes lojas e supermercados.

Ele é projetado para melhorar a qualidade do ar interior, retirando o ar quente, ares nocivos e poluentes que possam causar desconforto térmico, irritação e doenças aos trabalhadores. 

A equalização das temperaturas interna e externa — com efetiva e permanente exaustão dos gases e do pó em suspensão nos ambientes — torna o Exhaust o sistema ideal e de melhor custo-benefício para as empresas.

Exhaust

O retrofit da Engepoli também inclui a iluminação natural do Sistema Skylux com placas NanoPrismáticas. 

Instaladas na cobertura, elas permitem a entrada de luz solar, enquanto filtram os raios UV. 

A tecnologia NanoPrismática (uma exclusividade da Engepoli), realiza o efeito difusor de luz e garante uma iluminação natural e uniforme por todo o ambiente interno, evitando assim o efeito ”hot spot”, que é o efeito de luz pontual, muito comum em sistemas de iluminação natural.

Por isso, é a solução ideal para quem se preocupa com a incidência dos raios solares e o efeito estufa. 

As chapas NanoPrismáticas de policarbonato utilizadas no projeto têm em sua composição — além de microprismas que fazem o efeito de lente direcional — o pigmento Diffuser, com fórmula desenvolvida em Israel, que permite aos equipamentos Skylux proporcionar uma transmissão de luz de 80%, fazendo com que os raios solares não incidam diretamente sobre os profissionais. 

Outra vantagem é a filtragem de até 98% dos raios UV.

sistemas skylux iluminação natural

Para completar, no projeto de retrofit da Engepoli, pode ser adicionada a aplicação do Sistema de Venezianas Luxvent, para garantir que a edificação “respire” de forma adequada, atendendo todas as normas de desempenho

Além de fornecer ventilação natural através de quadros metálicos — com perfis de aço ou alumínio, com aletas fixas ou móveis — o Sistema Luxvent também é uma solução de iluminação natural para os fechamentos laterais de uma edificação. 

As aletas são produzidas em policarbonato, aço ou alumínio e permitem filtragem de 99% dos raios UV, protegendo o ambiente interno contra os raios solares prejudiciais. 

Além disso, o produto não provoca ofuscamento e não amarela, nem se torna quebradiço com o passar dos anos.

VENEZIANA LUXVENT

Se você se interessou pelo Sistema retrofit, desenvolvido pela Engepoli Sistemas Sustentáveis, converse com um de nossos engenheiros especializados. 

Juntos, podemos avaliar qual é a solução mais indicada para o seu galpão!  

Clique aqui, preencha o formulário e aguarde o contato da equipe Engepoli. 

COMPARTILHAR
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Email